Cristiano Ronaldo acusado de violação

Tópicos em 'Notícias' iniciados por Daniel Ferreira, 2/10/18.

  1. Daniel Ferreira Administrador
    Administrador Portista

    Registado em:
    3/10/12
    Mensagens:
    27.282
    Gostos Recebidos:
    1.762

    A treinar:
    SC Arcozelo
    Prémios 2018:
    Mais prestável • Melhor update • Melhor update-maker • Moderador do ano • Portista do ano • Projeto do ano
    Notícia A polícia de Las Vegas anunciou, esta segunda-feira, ter reaberto a investigação à alegada violação de Cristiano Ronaldo à norte-americana Kathryn Mayorga, num quarto de hotel em 2009.

    Kathryn Mayorga, uma professora de 34 anos que era aspirante a modelo na altura do suposto ataque do avançado português, entrou com uma ação na justiça alegando que Ronaldo a violou numa casa de banho do Palms Hotel and C asino, em junho de 2009. No processo, a mulher diz ter relatado o suposto incidente à polícia de Las Vegas no mesmo dia, mas acabou por não dar nome ao suspeito, por ter receio da reação dos fãs do futebolista português. A revista alemã Der Spiegel, que divulgou a história na passada sexta-feira, conta que a alegada vítima terá recebido 375 mil dólares (322 mil euros) do jogador em troca do silêncio.

    De acordo com o processo, na altura em que Mayorga comunicou a suposta violação às autoridades fez um exame médico para apurar se tinha sido vítima de abuso sexual. Aden Ocampo, porta-voz do Departamento de Polícia Metropolitana de Las Vegas, diz que as autoridades ainda têm o kit usado para fazer esse exame e que o ADN ainda pode ser retirado.

    De acordo com os documentos que deram entrada no tribunal, o jogador terá convidado Mayorga e uma amiga para a sua penthouse para “apreciarem a vista de Las Vegas”. A mulher alega ter recusado entrar no jacuzzi do apartamento para não estragar o vestido e diz que Cristiano Ronaldo lhe emprestou uns calções e uma t-shirt, apontando-lhe para a casa de banho onde poderia trocar de roupa.

    O processo diz ainda que foi neste momento que o jogador terá entrado na casa de banho e tentado ter relações sexuais com Kathryn Mayorga — que terá recusado e dito que queria abandonar o quarto. Antes de o ter conseguido fazer, Ronaldo tê-la-á puxado para a cama e tentado levar adiante o ato sexual. Ainda de acordo com o processo, a mulher terá tentado evitar a violação e gritado várias vezes “não, não não”.

    Leslie Mark Stovall, advogada de Mayorga, referiu que as alegações da vítima não são “fake news” — em resposta a Cristiano Ronaldo, que classificou desta forma o caso na sua página de Instagram.

    Embora já reporte a 2009, o caso foi contado, na sexta-feira passada, pela revista alemã Der Spiegel. Foi a primeira vez em que Mayorga falou publicamente sobre o que terá acontecido e chegou mesmo a contar pormenores sobre o alegado ataque de Cristiano Ronaldo. Segundo a queixosa, o jogador terá obrigado a mulher a ter sexo anal. No fim, terá perguntado se ela estava com dores, para depois dizer que é “um homem 99% bom”, à exceção de “1%”

    Segundo a mesma publicação, Ronaldo rejeita todas as acusações e defende-se afirmando que o sexo foi consensual. A defesa do advogado da norte-americana assenta, em parte, num documento onde constam as descrições de Ronaldo do que terá acontecido naquela noite. Nesse mesmo documento, o jogador é citado a dizer: “Ela disse ‘não’ e ‘pára’ várias vezes”.

    Em comunicado, os advogados do jogador afirmaram que o relato feito pela revista alemã “viola os direitos pessoais” do jogador de uma forma “excecionalmente séria”, pelo que vão processar a publicação. “Isto é um relato inadmissível de suspeitas da área privada.” Os advogados escrevem ainda que esta é, provavelmente, “a mais séria violação de direitos pessoais em anos recentes”.

    Também o jogador reagiu num vídeo em direto no Instagram, onde considerou as notícias que têm sido divulgadas sobre o caso de“fake news”.
    Observador
     
    #1
  2. Mr. Costa Moderador Global
    Moderador Global Benfiquista

    Registado em:
    16/6/12
    Mensagens:
    6.464
    Gostos Recebidos:
    394

    Prémios 2018:
    Benfiquista do ano
    Depois dos 5 minutos à Benfica, temos os 7 minutos à CR7.
     
    #2
  3. VIP Portista

    Registado em:
    19/7/13
    Mensagens:
    1.308
    Gostos Recebidos:
    196

    Prémios 2018:
    Maior surpresa (St. Pölten)
    Só as minhas professoras é que nunca foram aspirantes a modelos
     
    #3
  4. Zeus Moderador Global
    Moderador Global Pequenos Importantes

    Registado em:
    17/7/12
    Mensagens:
    3.723
    Gostos Recebidos:
    227

    A treinar:
    CD Estrela
    Steam:
    hackerm4n
    Discord:
    lIlIllI#1287
    Prémios 2018:
    Melhor carreira • Pequeno do ano
    "e eu dei-lhe o grito nããããão..."
     
    #4
    Última edição: 2/10/18
  5. VIP Sportinguista

    Registado em:
    25/10/11
    Mensagens:
    395
    Gostos Recebidos:
    180

    O mistério se ele é gay manter-se-á :lol:.
     
    #5
  6. Portista

    Registado em:
    23/7/12
    Mensagens:
    14.703
    Gostos Recebidos:
    934

    Prémios 2018:
    User do ano • Mais bem-humorado • Melhor gosto musical • User Outros Desportos • Mais argumentativo
    Todo este caso pode mudar toda a percepção futura que se tem sobre a imagem pública dele, por isso era importante que fosse investigado e esclarecido. A julgar pelos seus próprios testemunhos, a coisa não parece abonar muito a favor dele.

    Gostei de ler este resumo do Editor de Desporto da Der Spiegel, a revista alemã que lançou a sua investigação jornalística na passada semana: https://twitter.com/derWinterbach/status/1046478115734720513. É uma sucessão de 24 tweets que relata de forma esclarecedora o que se sabe. E com factos.
     
    #6